Material de Apoio

 Contabilidade
 Métodos de Escrituração
 Débito e Crédito
 Patrimônio
 Livros Contábeis
   Livro Diário
   Livro Razão
   Livro Caixa
   Erros de Escrituração
 Contas
 Balanço Patrimonial
   Ativo Circulante
   Ativo Não Circulante
   Redutoras do Ativo
 História da Contabilidade
 Biografias
 Mais conteúdos [+]

Pratique

 Exercícios resolvidos
 Exame de Suficiência (CFC)
 Provas de concursos

Ajuda

 Fórum de discussão
 Área dos Professores
 Glossário
 Dúvidas frequentes
 Softwares
 Cálculos On-line

Entretenimento

 Jogos de contabilidade

Diversos

 Curiosidades
 Profissão Contador
 Código de Ética
 Princípios de Contabilidade
 Convenções Contábeis
 Lei das S.A. nº 6.404/76
 Notícias
 Indicação de livros
 Fale conosco

Busca Geral

 

Biografias

Federigo Melis

Nasceu em 14 de agosto de 1914 em Florença, na Itália. Em 1950, publicou o livro “Storia della Ragioneria” (História da Contabilidade), um livro de história da cultura italiana dos séculos XIII e XV. Esta obra foi muito estudada e divulgada por autores renomados (como o professor Dr. Antônio Lopes de Sá) a partir da segunda metade do século XX.

Segundo o professor Frederigo, em seu livro, a História da Contabilidade se divide em quatro períodos:

*Contabilidade Antiga: período que se iniciou com as primeiras civilizações e foi até 1202 da Era Cristã, quando apareceu o Liber Abaci, cujo autor foi Leonardo Fibonacci, o Pisano.

*Contabilidade Medieval: período que vai de 1202 da Era Cristã até 1494, quando apareceu o “Tratactus de Computis et Scripturis” (Contabilidade por Partidas Dobradas) de Frei Luca Pacioli, publicado em 1494, enfatizando que a teoria contábil do débito e do crédito corresponde à teoria dos números positivos e negativos, obra que contribuiu para inserir a contabilidade entre os ramos do conhecimento humano.

*Contabilidade Moderna: período que vai de 1494 até 1840, com o aparecimento da Obra “La Contabilità Applicatta alle Amministrazioni Private e Pubbliche”, da autoria de Franscesco Villa, premiada pelo governo da Áustria. Esta foi uma obra marcante na história da Contabilidade.

*Contabilidade Científica: período que se inicia em 1840 e continua até os dias de hoje.


Franscesco Villa

Nascido em Milão (Itália), em 1801, foi um contador e professor de contabilidade italiano. A obra de Francesco Villa, “La Contabilità Applicatta alle Amministrazioni Private e Pubbliche”, foi escrita para participar de um concurso sobre Contabilidade promovido pelo governo da Áustria, que reconquistara a Lombarda, terra natal do autor. Além do prêmio, Villa teve o cargo de Professor Universitário.

Francisco Villa extrapolou os conceitos tradicionais de Contabilidade, segundo os quais escrituração e guarda livros poderiam ser feitas por qualquer pessoa inteligente. Para ele, a Contabilidade implicava conhecer a natureza, os detalhes, as normas, as leis e as práticas que regem as matérias administradas, ou seja, o Patrimônio. Era o pensamento patrimonialista. Foi o início da fase científica da Contabilidade.


Frei Luca Pacioli

Luca Bartolomeo de Pacioli, nascido em 1445, foi um monge franciscano e célebre matemático italiano. Ele é considerado o pai da contabilidade moderna. Em 10 de novembro de 1494, foi descrito por ele, pela primeira vez, no livro “Summa de Arithmetica, Geometria, Proportioni et Proportionalità” (Conhecimentos de Aritmética, Geometria, Proporção e proporcionalidade), no capítulo “Tratactus de Computis et Scripturis” (Contabilidade por Partidas Dobradas), o famoso Método das Partidas Dobradas.

Ele enfatiza que a teoria contábil do débito e do crédito corresponde à teoria dos números positivos e negativos. Este método teve rápida difusão, sendo universalmente aceito e adotado desde esta época.

Trata-se no método que, em cada lançamento, o valor total lançado nas contas a débito deve ser sempre igual ao total do valor lançado nas contas a crédito.

Ou seja, não há devedor sem credor correspondente. A todo débito corresponde um crédito de igual valor e vice-versa. Se aumentar de um lado, deve consequentemente aumentar do outro também. Esta obra serviu pra sistematizar e popularizar a contabilidade, marcando o início da fase moderna da contabilidade. Na contabilidade atual, este método continua a ser usado a todo o vapor!

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Contabilidade. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.