Material de Apoio

 Contabilidade
 Métodos de Escrituração
 Débito e Crédito
 Patrimônio
 Livros Contábeis
   Livro Diário
   Livro Razão
   Livro Caixa
   Erros de Escrituração
 Contas
 Balanço Patrimonial
   Ativo Circulante
   Ativo Não Circulante
   Redutoras do Ativo
 História da Contabilidade
 Biografias
 Mais conteúdos [+]

Pratique

 Exercícios resolvidos
 Exame de Suficiência (CFC)
 Provas de concursos

Ajuda

 Fórum de discussão
 Área dos Professores
 Glossário
 Dúvidas frequentes
 Softwares
 Cálculos On-line

Entretenimento

 Jogos de contabilidade

Diversos

 Curiosidades
 Profissão Contador
 Código de Ética
 Princípios de Contabilidade
 Convenções Contábeis
 Lei das S.A. nº 6.404/76
 Notícias
 Indicação de livros
 Fale conosco

Busca Geral

 

Biografias

Leonardo Fibonacci

Nascido no ano de 1170, também conhecido como Leonardo de Pisa ou Leonardo Pisano, foi um matemático italiano e o primeiro grande matemático europeu da Idade Média, sendo hoje considerado o mais talentoso matemático ocidental que viveu na Idade Média. Ele passou a sua infância no norte da África aprendendo a língua e a matemática dos árabes. Quando voltou à Itália, em 1202, escreveu o livro “Liber Abaci”, onde ficou conhecido pela descoberta da sequência de Fibonacci e pelo seu papel na introdução dos algarismos arábicos na Europa (embora esta sequência já tivesse sido descrita anteriormente por matemáticos indianos).

A Sequência de Fibonacci, explicada neste livro, ensinou como escrever os números e como calculá-los a partir de um novo sistema.

Consiste em uma sucessão de números naturais, tais que, definindo os dois primeiros números da sequência como 0 e 1 os números seguintes serão obtidos por meio da soma dos seus dois antecessores. Portanto, os números são: 0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, ... Ex.: 0+1= 1; 1+1=2; 1+2=3; 2+3=5 e assim por diante.

O Liber Abaci contribuiu para o desenvolvimento dos estudos de álgebra nos meios escolares e abacistas (onde as pessoas usavam o ábaco para fazer cálculos matemáticos). A obra dominou o ensino da matemática das escolas mosteirais e das universidades europeias durante a Baixa Idade Média.

Com o surgimento desta nova técnica, os abacistas, que dominavam a difícil arte de calcular em ábacos, fizeram de tudo para impedir a sua difusão, já que tinham grande prestígio e eram bem pagos pelo seu trabalho. Porém, no final, venceu a praticidade.

OBS.: Nesta mesma época (ano de 1202), na Itália, estudavam-se técnicas matemáticas, pesos e medidas, câmbio, tornando o homem mais evoluído em conhecimentos comerciais e financeiros.


Benedetto Cotrugli

Nasceu em 1416, na Croácia, e foi o inventor de um dos primeiros manuscritos que tratavam das Partidas Dobradas (em 1458). Porém, sua obra chamada “Il libro dell´arte di mercatura”, não se disseminou pela Europa porque foi manuscrita, sendo um processo demorado e principalmente caro, ao passo que a obra de Luca Pacioli foi impressa em quantidade considerável e disseminada por todo o continente. Somente após 115 anos foi impresso, na cidade de Veneza, com o nome de “Della mercatura e del mercante perfetto”, por Francesco Patrizi. O manuscrito original perdeu-se, e a versão mais antiga que existe é de 1484 e se encontra na Biblioteca Nacional de Florença.

 

Fabio Besta

Nasceu em 1845, na Lombardia (Itália).

Seguidor de Francesco Villa, superou o mestre em seus ensinamentos. Ele demonstrou o elemento fundamental da conta, o valor, e chegou muito perto de definir o Patrimônio como objeto da Contabilidade.

 

 


Vicenzo Mazi

Seguidor de Fábio Besta, foi quem pela primeira vez, em 1923, definiu o Patrimônio como objeto da Contabilidade.

 

João Lyra

Patrono da Contabilidade Brasileira, senador pernambucano, intelectual e professor de Contabilidade, João de Lyra Tavares nasceu em 23 de novembro de 1871. Fundou o Instituto Guarda-Livros de Pernambuco e presidiu o Conselho Perpétuo dos Contabilistas Brasileiros. Destacou-se como o precursor pela luta da regulamentação da profissão no Brasil, sendo ele o criador do Dia do Contabilista (25 de abril). João Lyra faleceu em 30 de dezembro de 1930.

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Contabilidade. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.