Material de Apoio

 Contabilidade
 Métodos de Escrituração
 Débito e Crédito
 Patrimônio
 Livros Contábeis
   Livro Diário
   Livro Razão
   Livro Caixa
   Erros de Escrituração
 Contas
 Balanço Patrimonial
   Ativo Circulante
   Ativo Não Circulante
   Redutoras do Ativo
 História da Contabilidade
 Biografias
 Mais conteúdos [+]

Pratique

 Exercícios resolvidos
 Exame de Suficiência (CFC)
 Provas de concursos

Ajuda

 Fórum de discussão
 Área dos Professores
 Glossário
 Dúvidas frequentes
 Softwares
 Cálculos On-line

Entretenimento

 Jogos de contabilidade

Diversos

 Curiosidades
 Profissão Contador
 Código de Ética
 Princípios de Contabilidade
 Convenções Contábeis
 Lei das S.A.
 Notícias
 Indicação de livros
 Fale conosco

Busca Geral

 

.:: Exame de Suficiência (CFC) ::.
Exame de Suficiência (CFC)
Nesta seção você encontra questões extraídas de diversas edições dos Exames de Suficiência aplicados pelo CFC (Conselho Federal de Contabilidade). O Exame de Suficiência serve para ver se o recém-formado em bacharelado ou curso técnico está apto ao exercício da profissão. Se você deseja ter acesso a outras questões desses exames (bacharel ou técnico), acesse a seção Provas de concursos e realize o download das provas do CFC.
 
 Em relação às contas de resultado, pode-se afirmar que:
a) uma despesa paga à vista representa uma redução de ativo e um aumento de passivo.
b) uma despesa paga antecipadamente provoca uma redução no ativo e na situação líquida.
c) uma despesa realizada para pagamento futuro representa um aumento de passivo, sem qualquer redução ou acréscimo nos valores do ativo.
d) uma receita realizada para recebimento futuro representa uma redução de passivo e um aumento da situação líquida.
 Em relação ao conteúdo das Notas Explicativas, de acordo com a NBC TG 26 – Apresentação das Demonstrações Contábeis, é INCORRETO afirmar que o conjunto das Notas Explicativas apresenta:
a) a divulgação da análise dos resultados e da posição financeira da sociedade e o parecer da diretoria.
b) a divulgação de informações requerida pelas normas, interpretações e comunicados técnicos que não tenha sido evidenciada nas demonstrações contábeis.
c) as informações adicionais que não tenham sido evidenciadas nas demonstrações contábeis, mas que sejam relevantes para sua compreensão.
d) as informações sobre a base para elaboração das demonstrações contábeis e das políticas específicas utilizadas.
 Uma sociedade empresária apresentou os seguintes dados de um determinado período:

Despesas administrativas reconhecidas durante o período
R$ 20.000,00
Ganhos na remensuração de ativos financeiros disponíveis para venda líquidos dos tributos
R$ 30.000,00
Lucro bruto do período
R$ 240.000,00
Lucro líquido do período
R$ 270.000,00
Perdas derivadas de conversão de demonstrações contábeis de operações no exterior menos tributos sobre ajuste de conversão
R$ 170.000,00
Receita de vendas realizadas durante o período
R$ 800.000,00
Resultado do período antes das receitas e despesas
financeiras
R$ 230.000,00

Na Demonstração do Resultado Abrangente, elaborada a partir dos dados fornecidos, o valor do Resultado Abrangente é igual a:
a) R$90.000,00.
b) R$100.000,00.
c) R$110.000,00.
d) R$130.000,00.
 Uma sociedade empresária adquiriu mercadorias para revenda por R$5.000,00. Neste valor estão incluídos impostos recuperáveis no valor de R$600,00. No mesmo período, a totalidade das mercadorias adquiridas foi vendida por R$8.000,00. Sobre o valor da venda, incidiram impostos no montante de R$1.732,00, embutidos no preço de venda. A comissão devida aos vendedores, no valor de R$80,00, também foi registrada no período.

Na Demonstração do Resultado do Período, o Lucro Bruto é igual a:
a) R$1.788,00.
b) R$1.868,00.
c) R$3.600,00.
d) R$6.268,00.
 Na Demonstração do Valor Adicionado, a despesa com aluguel, a energia elétrica consumida no período e o resultado positivo da equivalência patrimonial são evidenciados, respectivamente, como:
a) insumos adquiridos de terceiros; insumos adquiridos de terceiros e remuneração do capital próprio.
b) insumos adquiridos de terceiros; remuneração do capital de terceiros e valor adicionado recebido em transferência.
c) remuneração do capital de terceiros; insumos adquiridos de terceiros e valor adicionado recebido em transferência.
d) remuneração do capital de terceiros; remuneração do capital de terceiros e remuneração do capital próprio.
 Acerca das demonstrações contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

I. O recebimento de caixa resultante da venda de Ativo Imobilizado e Intangível é apresentado na Demonstração dos Fluxos de Caixa como atividade operacional.

II. No Balanço Patrimonial, os ativos mantidos com o propósito de serem negociados classificam-se no grupo do Ativo Circulante.

III. Uma empresa que realize uma operação de venda do seu estoque por R$21.000,00, que foi adquirido por R$11.000,00 e que, ainda, tenha incorrido em comissões sobre venda no valor total de R$2.000,00 apresentará na Demonstração do Resultado um Lucro Bruto de R$8.000,00.

Está(ão) certo(s) apenas o(s) item(ns):
a) I e II.
b) II e III.
c) II.
d) III.
 Uma indústria de alimentos pagou em 1º de dezembro de 2010 o valor de R$4.800,00 pela contratação de prêmio de seguro dos veículos utilizados para entrega dos produtos vendidos, vigente de dezembro de 2010 a novembro de 2011.

Em janeiro de 2011, o registro contábil correspondente ao gasto com seguros gerou um aumento de:
a) R$400,00 em Despesa.
b) R$400,00 em Custo de Produção.
c) R$4.400,00 em Despesa.
d) R$4.400,00 em Custo de Produção.
 Uma sociedade empresária que tem como atividade operacional a prestação de serviços registrou as seguintes transações no mês de agosto de 2011.

- Aquisição de peças para reposição no valor de R$10.000,00 para serem utilizadas na prestação de serviços do mês de setembro de 2011.
- Prestação de serviços no valor total de R$80.000,00 para diversos clientes. Para a execução desses serviços, a sociedade utilizou-se de peças que haviam custado R$5.000,00 e o custo total com pessoal totalizou R$25.000,00.
- Pagamento do valor de R$100,00 referente à comissão sobre as vendas do mês de julho de 2011.
- Obtenção de empréstimo bancário no início do mês de agosto de 2011, no valor de R$40.000,00, a ser pago no fim do mês de agosto de 2011 acrescidos de juros de 3% para o período.
- Despesa com o pessoal administrativo no valor de R$1.000,00 a ser pago em setembro de 2011.
- Recebimento do valor de R$60.000,00 referente aos serviços prestados no mês de maio de 2011.
- Pagamento de salários referente à folha do mês de julho de 2011 no valor de R$20.000,00.

Considerando as transações do mês de agosto de 2011, o Resultado do Período apurado é:
a) R$78.900,00.
b) R$49.000,00.
c) R$47.800,00.
d) R$37.800,00.
 Uma empresa industrial possui um Ativo Imobilizado cujo custo histórico é igual a R$50.000,00 e cuja depreciação acumulada equivale a R$12.000,00. A empresa apurou, para esse ativo, um valor justo líquido de despesas de venda de R$10.000,00 e um valor em uso de R$20.000,00.

Com base nos dados informados, considerando a NBC TG 01 – Redução ao Valor Recuperável de Ativos –, o valor a ser registrado como perda por desvalorização do Ativo Imobilizado será de:
a) R$18.000,00.
b) R$28.000,00.
c) R$30.000,00.
d) R$40.000,00.
 Uma companhia efetuou, em dezembro de 2010, a venda de mercadorias para recebimento com prazo de 13 meses, considerando uma taxa de juros de 10% no período. O valor da nota fiscal foi de R$110.000,00.

O registro contábil CORRETO no ato da transação é:
a) 
Débito: Contas a Receber (Ativo Não Circulante) R$110.000,00
Crédito: Receita Bruta de Vendas R$110.000,00
b) 
Débito: Contas a Receber (Ativo Não Circulante) R$110.000,00
Crédito: Receita Bruta de Vendas R$100.000,00
Crédito: Receita Financeira R$10.000,00
c) 
Débito: Contas a Receber (Ativo Não Circulante) R$100.000,00
Crédito: Receita Bruta de Vendas R$100.000,00
d) 
Débito: Contas a Receber (Ativo Não Circulante) R$110.000,00
Crédito: Receita Bruta de Vendas R$100.000,00
Crédito: Receita Financeira a Apropriar (Ativo Não Circulante) R$10.000,00
 A movimentação ocorrida nas contas de Reservas de Lucros em um determinado período é evidenciada na seguinte demonstração contábil:
a) Balanço Patrimonial
b) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
c) Demonstração dos Fluxos de Caixa
d) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
 Uma entidade apresenta, em 31.12.2010, os seguintes saldos de contas:

CONTAS
Saldos (R$)
Ações de Outras Empresas - Para Negociação Imediata
400,00
Ações em Tesouraria
300,00
Ajustes de Avaliação Patrimonial (saldo devedor)
900,00
Aplicações em Fundos de Investimento com Liquidez Diária
2.600,00
Bancos Conta Movimento
6.000,00
Caixa
700,00
Capital Social
40.000,00
Clientes - Vencimento em março/2011
12.000,00
Clientes - Vencimento em março/2012
6.600,00
Clientes - Vencimento em março/2013
4.000,00
Depreciação Acumulada
8.800,00
Despesas Pagas Antecipadamente (prêmio de seguro com vigência até dezembro/2011)
300,00
Estoque de Matéria-Prima
5.000,00
Financiamento Bancário (a ser pago em 12 parcelas mensais de igual valor, vencendo a primeira em janeiro de 2011)
30.000,00
Fornecedores
19.000,00
ICMS a Recuperar
600,00
Imóveis de Uso
26.000,00
Impostos a Pagar (Vencimento em janeiro/2011)
6.400,00
Máquinas
18.000,00
Obras de Arte
4.000,00
Participação Societária em Empresas Controladas
14.000,00
Participações Permanentes no Capital de Outras Empresas
1.000,00
Reserva Legal
4.000,00
Reservas de Capital
2.200,00
Veículos
8.000,00

No Balanço Patrimonial, o saldo do Ativo Circulante é igual a:
a) R$24.300,00.
b) R$25.000,00.
c) R$27.200,00.
d) R$27.600,00.
 Uma determinada sociedade empresária apresentou os seguintes dados extraídos da folha de pagamento:

Empregados Salário mensal
Empregado A R$1.500,00
Empregado B R$1.200,00

Foi solicitado que a empresa elaborasse as demonstrações contábeis para janeiro de 2011.
Considerando os dados da folha de pagamento e a premissa de que o percentual total dos Encargos Sociais é de 20%, em janeiro de 2011, a empresa deverá registrar um gasto total com o 13º Salário e Encargos Sociais no montante de:
a) R$112,50.
b) R$225,00.
c) R$270,00.
d) R$540,00.
 Uma sociedade empresária adquiriu uma máquina em 3.1.2012, em dez parcelas de R$6.240,00, cujo valor presente total corresponde a R$60.000,00, considerando a taxa de juros da operação que coincide com a taxa de juros de mercado. A máquina ficou pronta para entrar em funcionamento em 1º.2.2012, e sua vida útil foi estimada em 5 anos, com valor residual igual a zero.

Considerando os dados fornecidos, o saldo da conta Depreciação Acumulada, pelo método linear, em 31.12.2012, será de:
a) R$11.000,00.
b) R$11.440,00.
c) R$12.000,00.
d) R$12.480,00.
 Uma sociedade empresária adquiriu, em junho, 100 unidades de uma mercadoria ao preço unitário de R$10,00, com ICMS incluso no preço de 18%.

Em outra aquisição, ainda no mesmo mês, porém de fornecedor de fora do Estado, a Nota Fiscal apresentou os seguintes valores:

Quantidade adquirida
200 unidades
Custo unitário
R$9,00
Valor total da Nota Fiscal
R$1.800,00
Alíquota do ICMS
12%

Ainda no mês de junho, foram vendidas as 300 unidades pelo preço unitário de R$15,00. A alíquota de ICMS da transação de venda é de 18%.

Assinale a opção que apresenta o valor do Lucro Bruto no mês de junho.
a) R$890,00.
b) R$1.226,00.
c) R$1.286,00.
d) R$1.394,00.
 Uma sociedade empresária adquiriu mercadorias para revenda com pagamento à vista. O valor total da Nota Fiscal do fornecedor foi de R$105.000,00. Neste valor, estão incluídos R$5.000,00 referentes a frete e R$12.000,00 referentes a impostos recuperáveis.

Assinale a opção que apresenta o lançamento da operação a ser realizado.
a) 
DÉBITO Estoque de Mercadorias R$93.000,00
DÉBITO Impostos a Recuperar R$12.000,00
CRÉDITO Caixa R$105.000,00
b) 
DÉBITO Estoque de Mercadorias R$100.000,00
DÉBITO Impostos a Recuperar R$12.000,00
DÉBITO Despesa com Frete R$5.000,00
CRÉDITO Caixa R$105.000,00
CRÉDITO Impostos a pagar R$12.000,00
c) 
DÉBITO Estoque de Mercadorias R$105.000,00
CRÉDITO Caixa R$93.000,00
CRÉDITO Impostos a pagar R$12.000,00
d) 
DÉBITO Estoque de Mercadorias R$88.000,00
DÉBITO Impostos a Recuperar R$12.000,00
DÉBITO Despesa com Frete R$5.000,00
CRÉDITO Caixa R$105.000,00
 Uma sociedade empresária apresentou as informações abaixo do mês de agosto de 2012.

Receitas realizadas e não recebidas
R$150.000,00
Despesas pagas antecipadamente e não incorridas
R$110.000,00
Receitas realizadas e recebidas
R$220.000,00
Despesas incorridas e não pagas
R$90.000,00
Receitas recebidas antecipadamente e não realizadas
R$130.000,00
Despesas incorridas e pagas
R$85.000,00

Utilizando o Princípio da Competência, o valor do resultado do período é um lucro de:
a) R$155.000,00.
b) R$195.000,00.
c) R$315.000,00.
d) R$325.000,00.
 Uma sociedade empresária apresenta os seguintes dados para a contabilização da folha de pagamento, que será paga até o quinto dia útil do mês subsequente:

- Remuneração bruta dos funcionários R$175.000,00.
- Remuneração líquida dos funcionários R$158.800,00.
- INSS – Contribuição Previdenciária Retida dos Funcionários R$16.200,00.
- INSS – Contribuição Previdenciária Patronal R$38.700,00.

A contabilização da folha de pagamento, considerando apenas os dados acima, resultará em um aumento no Passivo Circulante de:
a) R$175.000,00.
b) R$191.200,00.
c) R$213.700,00.
d) R$229.900,00.
 De acordo com a NBC TG 25 – Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes, analise os requisitos abaixo em relação ao reconhecimento de uma provisão.

I. Uma provisão deve ser reconhecida quando a entidade tem uma obrigação presente, legal ou não formalizada, como resultado de evento passado.
II. Uma provisão deve ser reconhecida quando seja provável, que será necessária, uma saída de recursos que incorporam benefícios econômicos para liquidar a obrigação.
III. Uma provisão deve ser reconhecida quando possa ser feita uma estimativa confiável do valor da obrigação.

São requisitos necessários para o reconhecimento de uma provisão o(s) item(ns):
a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) III, apenas.
d) I, II e III.
 Relacione os grupos do Ativo descritos, na primeira coluna, com as suas respectivas propriedades, na segunda coluna, e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

(1)   Ativo Circulante (  )
Ativos mantidos para uso na produção ou fornecimento de mercadorias ou serviços, para aluguel a outros ou para fins administrativos, e que se espera utilizar por mais de um período.
(2)   Investimentos (  )
Ativos que serão realizados, vendidos ou consumidos no decurso normal do ciclo operacional da entidade, mantidos essencialmente com o propósito de ser negociado.
(3)   Imobilizado (  )
Ativos não monetários, sem substância física, identificáveis, controlados e geradores de benefícios econômicos futuros, tais como: projeto e implantação de novos processos ou sistemas.
(4)   Intangível (  )
Ativos mantidos para obtenção de rendas ou para valorização do capital ou para ambas, tais como: terrenos mantidos para valorização de capital a longo prazo e não para venda a curto prazo no curso ordinário dos negócios.

A sequência CORRETA é:
a) 1, 2, 3, 4.
b) 1, 3, 2, 4.
c) 3, 1, 4, 2.
d) 3, 4, 1, 2.
 Uma indústria apresentou R$77.000,00, de custos fixos totais, e R$176.000,00, de custos variáveis totais, tendo produzido e comercializado 1.100 unidades.

Considerando que a margem de contribuição unitária é de R$145,00 e desconsiderando as despesas, é CORRETO afirmar que:
a) o preço de venda é de R$305,00, pois a margem de contribuição considera apenas os itens variáveis.
b) o preço de venda é de R$375,00, pois a margem de contribuição é calculada após considerar todos os itens de custos.
c) se o preço de venda for de R$222,00, a empresa obterá um lucro líquido de R$167.200,00 no período.
d) se o preço de venda for de R$321,00, a empresa obterá um lucro líquido de R$177.100,00 no período.

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Contabilidade. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.