Material de Apoio

 Contabilidade
 Métodos de Escrituração
 Débito e Crédito
 Patrimônio
 Livros Contábeis
   Livro Diário
   Livro Razão
   Livro Caixa
   Erros de Escrituração
 Contas
 Balanço Patrimonial
   Ativo Circulante
   Ativo Não Circulante
   Redutoras do Ativo
 História da Contabilidade
 Biografias
 Mais conteúdos [+]

Pratique

 Exercícios resolvidos
 Exame de Suficiência (CFC)
 Provas de concursos

Ajuda

 Fórum de discussão
 Área dos Professores
 Glossário
 Dúvidas frequentes
 Softwares
 Cálculos On-line

Entretenimento

 Jogos de contabilidade

Diversos

 Curiosidades
 Profissão Contador
 Código de Ética
 Princípios de Contabilidade
 Convenções Contábeis
 Lei das S.A.
 Notícias
 Indicação de livros
 Fale conosco

Busca Geral

 

Curiosidades
 

Anel do Contabilista

O anel do profissional da Contabilidade simboliza e exterioriza o compromisso, a aliança, a união do profissional com o conhecimento científico contábil, o campo do saber e sua disposição de aplicá-lo em benefício da comunidade em que vive, engrandecendo e valorizando sua profissão e enaltecendo sua pátria.

O anel do contabilista é um agregado de símbolos que deve sugerir ao seu portador lembranças importantes, relativas ao desempenho profissional específico de sua área, não havendo distinção entre o anel do Contador e do Técnico em Contabilidade.

Nas profissões, os anéis representam os graus que conseguimos, ou seja, evidenciam que nos qualificamos em determinado campo do conhecimento.

Como a aliança representa a constituição matrimonial, e os escudos representam as associações ou entidades, da mesma forma, os anéis são peças representativas, e enquanto "anéis de grau" identificam as profissões que dependem de estudos.
 

O anel do contabilista é um conjunto de símbolos que sugere significações ligadas à lei, à proteção da sociedade, além do conhecimento científico-contábil.

Sua estrutura é toda em ouro e possui como pedra principal a turmalina rosa clara, que simboliza a afinidade com a lei. Aos brilhantes atribui-se uma simbologia cultural, associada ao valor das pedras brutas preciosas, que, após polidas, tornam-se pedras nobres.

O aro apresenta, de um lado, o Caduceu de Mercúrio, que é a insígna do Deus do Comércio (bastão que representa o poder, com duas serpentes entrelaçadas, simbolizando a sabedoria e o capacete com duas asas que representam atividade e diligência). Do outro lado do aro, estão as Tábuas da Lei com a legenda "LEX", em platina ou ouro branco que advém da antiga tradição judaica de que a lei foi entregue por Deus a Moisés em tábuas, contendo os Dez Mandamentos.

Sendo assim, o anel do contabilista é um conjunto de símbolos que sugere significações ligadas à lei, à proteção da sociedade, além do conhecimento científico-contábil.

No Brasil, ele vem desde o tempo dos "peritos-contadores" (há mais de 50 anos), e desde seu aparecimento possui as seguintes características:

Estrutura em ouro;

Pedra principal na cor rosa forte (rubislite);

Ladeando a pedra principal, dois brilhantes, um em cada flanco;

Em uma lateral, a tábua da lei em platina ou ouro branco;

Em outra lateral, o caduceu estilizado em platina ou ouro branco.

OBS.: O nome rubislite vem da Escócia, do termo rubislaw e foi dado por Heddle em 1879. A cor eleita provém da semelhança com a do Direito (o rubi), dadas as ligações doutrinárias que no início do século existiam entre a Contabilidade e o Direito, a ponto do anel ter de um lado a Tábua da Lei, e do outro, o Caduceu.


Adaptado de CRCPB (www.crcpb.org.br) e assuntocontabilidade.blogspot.com.br

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Contabilidade. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.